Informações Turísticas - Social

Vesperata
A Vesperata é um interessante concerto promovido pelas bandas da cidade. Acontece em dois sábados por mês, de março a outubro. Quando a noite cai, músicos se apresentam nas sacadas dos casarões coloniais da Rua da Quitanda, enquanto moradores e turistas dividem espaço nas mesas, cadeiras e escadarias ao ar livre. No eclético repertório, todos os estilos têm vez - sonatas, boleros, sambas, marchas e até MPB. O evento é suspenso entre os meses de novembro e fevereiro em função das chuvas.
Carnaval
Um dos carnavais mais procurados por turistas. Durante todos os dias, vários blocos caricatos passam pelas ruas. Entre os mais tradicionais estão: o Sapo Seco - fundado no início do século passado e composto somente por homens mascarados, o infantil Rato Seco e o das Domésticas Aposentadas.
Café no Beco
O Café no Beco acontece todos os domingos no Beco da Tecla. É um animado evento que reúne a venda de artesanato e apresentações culturais, como o grupo de Pastorinhas e um grupo fiel de músicos seresteiros. O Café no Beco já é ponto de encontro tradicional para o diamantinense, que recebe o turista com um agradável bate-papo, acompanhado do tradicional cafezinho e chá da Canastra.
Artesanato
Um dos produtos mais difundidos do artesanato de Diamantina são os tapetes arraiolo, vendidos na Cooperativa Artesanal da cidade. Jóias e bonecos de palha também se destacam. Na cidade podem ser encontradas, ainda, as famosas cerâmicas do Vale do Jequitinhonha.
Semana Santa
Os mistérios, dor e sofrimento da Paixão de Cristo são vividos e retratados com grande fervor em Diamantina, fazendo da Semana Santa uma das festas religiosas mais tradicionais da cidade.Acontece encenação de quadros vivos que representam a vida de Jesus Cristo até a condenação da morte e Ressurreição, em uma bonita demonstração de tradição, religiosidade e fé.
Festa do Divino
A Festa do Divino Espírito Santo - ou Festa de Pentecostes - é uma das mais antigas tradições religiosa, folclórica, cultural e artística de Diamantina.
Festa do Rosário
Comemorada na Igreja do Rosário. Neste templo, desde a época do Tijuco, já era comemorada a Festa de Nossa Senhora dos Pretos. Consiste em novenas, mastros, missa festiva e procissão, tendo no dia principal de Nossa Senhora do Rosário, o cortejo do Reinado com membros da corte que o acompanham.Além das damas trajadas a rigor, cavaleiros, pajens e virgens do cortejo do Rei, fazem parte integrante deste, os marujos, caboclinhos e outrora os catopês, constituindo desta forma, especial espetáculo de fé religiosa-folclórica que agrada a todos que a assistem.